Stephanie Keith/ Reuters
Stephanie Keith/ Reuters

'Xamã do Capitólio' é condenado a 3 anos e 5 meses de prisão por invasão

Em setembro, Chansley, natural do estado do Arizona, se declarou culpado no tribunal federal do Distrito de Columbia

Redação, O Estado de S.Paulo

17 de novembro de 2021 | 15h06

WASHINGTON - A Justiça americana condenou a 3 anos e 5 meses de prisão o extremista de direita Jacob Chansley, o homem que participou da invasão ao  Capitólio dos Estados Unidos fantasiado de xamã, com um chapéu de viking. 

Em setembro, Chansley, natural do estado do Arizona, se declarou culpado no tribunal federal do Distrito de Columbia, que o julgou pela acusação de obstruir um procedimento oficial durante uma sessão do Congresso no dia 6 de janeiro, quando ocorreu o ataque ao 

Capitólio.

Durante a invasão, a fantasia de Chansley viralizou nas redes sociais, e algumas pessoas chegaram a compará-lo com um viking, ou um xamã. Outras pessoas destacaram sua aparecência similar à do cantor Jay Kay, vocalista da banda Jamiroquai/ EFE

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.