Xangai pede a nadadores do Mundial que não comam fora para evitar clembuterol

Substância funciona como dilatador das vias respiratórias e é considerado doping pela Federação Internacional de Natação; é utilizada também para aumentar a massa muscular dos animais

Efe,

14 de julho de 2011 | 02h56

XANGAI - As autoridades sanitárias de Xangai recomendaram aos atletas do Mundial de natação - que terá início na cidade chinesa neste sábado, 16 - que não comam fora dos locais designados para evitar contaminação involuntária com a substância clembuterol.

 

Segundo publica nesta quinta-feira, 14, o diário oficial Shanghai Daily, um recente estudo de um laboratório da Agência Mundial Antidoping em Colônia (Alemanha) concluiu que 22 de 28 pessoas estudadas depois de viagens à China tiveram teste positivo para clembuterol.

 

Esta substância, que funciona como dilatador das vias respiratórias, pelo que é considerado doping pela Federação Internacional de Natação (Fina), é utilizada também em alguns países para que os animais aumentem sua massa muscular.

 

As autoridades de Xangai, que distribuíram panfletos aos responsáveis dos nadadores, onde indicam os hotéis e restaurantes oficialmente recomendados, receberam autorização de várias equipes para importar carne de seus países de origem para evitar a possibilidade de consumir clembuterol.

 

As autoridades locais reconhecem que a substância é utilizada com frequência na criação de animais na China, embora "a maior parte da carne com clembuterol provenha de granjeiros individuais, não das grandes companhias", sustentou o subdiretor da Administração Municipal de Supervisão de Alimentos e Remédios de Xangai, Xie Minqiang.

 

Mesmo assim, Xie admitiu que "é difícil garantir a segurança de toda a carne que é servida na cidade (uma das mais populosas do planeta, com mais de 23 milhões de habitantes)".

 

Um atleta que for pego nos exames antidoping por clembuterol pode ficar até dois anos afastados de competições oficiais.

Tudo o que sabemos sobre:
XangaiChinanataçãodopingclembuterol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.