Xarope contaminado mata 16 pessoas no Paquistão

Pelo menos 16 pessoas morreram depois de ingerirem um xarope com suspeitas de conter material tóxico, informou hoje a polícia paquistanesa.

AE, Agência Estado

26 de novembro de 2012 | 17h49

Todas as mortes ocorreram nos últimos três dias em hospitais da cidade de Lahore, no leste do Paquistão, disse Multan Khan, oficial da polícia local.

De acordo com ele, todas as vítimas eram dependentes químicos e teriam ingerido o remédio na tentativa de se drogarem. Duas pessoas continuam internadas no principal hospital de Lahore.

Multan Khan disse ainda que a polícia prendeu os proprietários de três farmácias que venderam os xaropes para as vítimas.

Amostras do xarope em questão foram enviadas a um laboratório para determinar se o produto continha elementos tóxicos. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Paquistãoxaropemortes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.