Xi Jinping busca aproximação com EUA em questões bilaterais

O presidente da China, Xi Jinping, se comprometeu a trabalhar com os Estados Unidos em uma série de assuntos bilaterais, desde acordos comerciais internacionais até o combate a crimes cibernéticos, e voltou a afirmar que o país vai continuar a sua política de desenvolvimento.

AE, Estadão Conteúdo

23 Setembro 2015 | 00h06

Xi fez um discurso na terça-feira à noite em Settle, a primeira parada de sua visita oficial aos Estados Unidos. Na fala, ele destacou o processo de rápida expansão da economia da China, que tirou milhões de pessoas da pobreza.

Xi disse ainda que a China vai continuar a sua política de desenvolvimento agressivo para ajudar mais pessoas a "viver uma vida melhor".

Ele disse ainda que a China é ferrenha defensora da segurança cibernética, mas que também foi vítima de hackers nos últimos anos.

Reconhecendo que a China e os Estados Unidos nem estão do mesmo lado das discussões internacionais, Xi disse que seu governo está pronto para montar um esforço conjunto com os EUA para combater crimes cibernéticos.

Do lado de fora do hotel em que Xi está hospedado, manifestantes se reuniram com cartazes contra as políticas de Pequim para o Tibete e a falta de liberdade no país.

Xi vai visitar nos próximos dias a Boeing e Microsoft, além de ter um jantar marcado na Casa Branca. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
CHINA EUA VISITA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.