Xiita radical ameaça EUA com ataques suicidas

O líder religioso radical e inspirador da revolta xiita contra os EUA no Iraque, Muqtada al-Sadr, ameaçou lançar uma onda de ataques suicidas se tropas americanas agirem contra ele ou contra seus milicianos na cidade sagrada de Najaf. Al-Sadr fez a ameaça durante as preces desta sexta-feira em Kufa, cidade a poucos quilômetros de Najaf. A região é quase toda controlada pela milícia Exército Al-Mahdi, leal ao clérigo radical. ?Alguns dos irmãos guerreiros sagrados me disseram que querem executar ataques de martírio, mas estou adiando isso?, disse al-Sadr perante milhares de fiéis. ?Quando formos forçados a fazê-lo e quando nossa cidade e nossos locais sagrados forem atacados, seremos todos bombas-relógio em face ao inimigo?.Al-Sadr condenou os ataques suicidas da quarta-feira, na cidade de Basra, porque tiveram como vítimas civis e policiais iraquianos. Tropas dos EUA cercam Najaf, com a missão de capturar al-Sadr vivo ou morto. Negociadores tentam resolver o impasse. O líder xiita é procurado pelo assassinato, em abril de 2003, de um clérigo rival.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.