Xiitas cancelam série sobre Cristo na televisão libanesa

Duas emissoras xiitas de televisão no Líbano cancelaram uma polêmica série de documentários sobre Jesus Cristo. Os produtores da série disseram que não querem insuflar um conflito sectário com os cristãos libaneses.

AE-AP, Agência Estado

13 de agosto de 2010 | 14h02

A série, com 17 episódios, descreve Cristo sob um ponto de vista islâmico - os muçulmanos acreditam que Jesus foi um profeta, mas não o filho de Deus. O debate tem influência particular no Líbano, um país árabe com 4 milhões de habitantes e uma longa história de guerras religiosas.

As duas emissoras, a Al-Manar, controlada pelo poderoso grupo Hezbollah, e a National Broadcasting Network (NBN), do movimento Amal, começaram a exibir a série nesta semana, no começo do mês islâmico sagrado do Ramadã. As emissoras cancelaram hoje a série. Religiosos e políticos cristãos disseram que a série poderia colocar em risco a coexistência nacional.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.