Xiitas enviam vídeo de suposto refém americano para web

Um grupo muçulmano xiita do Iraque enviou pela internet um vídeo mostrando um homem que pode ser o norte-americano Issa T. Salomi, de 60 anos, desaparecido desde 23 de janeiro em Bagdá. No vídeo, o homem - que não se identifica - diz que os sequestradores exigem a libertação de militantes e o julgamento de seguranças da Blackwater acusados de terem matado 17 iraquianos em Bagdá em 2007.

AE-AP, Agencia Estado

06 de fevereiro de 2010 | 14h00

"A segunda demanda é fazer justiça e aplicar a punição apropriada aos membros da companhia Blackwater que cometeram crimes injustificáveis contra cidadãos inocentes do Iraque", assim como "realizar compensações apropriadas para as famílias que passaram por um grande sofrimento devido a esse incidente", afirmou o homem.

Os seguranças da Blackwater estavam protegendo diplomatas norte-americanos quando abriram fogo na praça de Nisoor, uma região populosa de Bagdá, em 16 de setembro de 2007, matando dezessete pessoas, incluindo mulheres e crianças. Ainda não havia como comprovar a autenticidade do vídeo.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAIraquesequestro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.