Yoani Sánchez é solta após ficar cerca de 30 horas presa em Cuba

A blogueira e dissidente cubana agradeceu as manifestações contrárias à sua prisão

estadão.com.br,

05 de outubro de 2012 | 22h21

A blogueira cubana, dissidente e colunista do Estado, Yoani Sánchez, foi libertada há cerca de vinte minutos em Cuba. Ela ficou presa, junto com o marido, Reinaldo Escobar, e o jornalista independente Agustín Díaz, por cerca de 30 horas.

Em seu twitter, Yoani deu a notícia e agradeceu a todos que se manifestaram contra sua prisão. "Durante a prisão me neguei a comer e a beber qualquer líquido", disse a blogueira.

Os três foram presos quinta-feira 4 em Bayamo, no leste de Cuba, quando chegavam à cidade para cobrir o julgamento do espanhol Ángel Carromero – que responde pelo homicídio culposo (sem intenção) dos dissidentes Oswaldo Payá e Harold Cepero, mortos em 22 de julho, quando o carro conduzido pelo estrangeiro bateu contra uma árvore.

Autora do blog Generación Y e ganhadora de diversos prêmios internacionais de jornalismo e defesa dos direitos humanos, Yoani tem denunciado na internet detenções relâmpago de diversos dissidentes nos últimos tempos.

Repercussão

Entidades de defesa da liberdade de imprensa e a Anistia Internacional protestaram contra a prisão de Yoani. O governo dos Estados Unidos disse estar “profundamente preocupado” pelas “detenções arbitrárias”.

“Estamos profundamente preocupados pelo uso repetido por parte do governo cubano de detenções arbitrárias para silenciar os críticos, interromper o direito a reunião e para impedir o jornalismo independente”, afirmou o porta-voz do Departamento de Estado americano Mark Toner em uma entrevista coletiva.

“Está muito claro que a situação dos direitos humanos em Cuba continua má”, disse o funcionário do governo americano, mencionando, além de Yoani e Escobar, a mais recente detenção do dissidente Guillermo Fariñas, que foi preso com outros 41 opositores que planejavam realizar uma reunião nesta semana – todos já foram libertados.

Tudo o que sabemos sobre:
Yoani SánchezCubadissidente

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.