Yulia Timoshenko é transferida para presídio

A ex-primeira-ministra da Ucrânia Yulia Timoshenko foi transferida ontem para o presídio onde cumprirá a sentença de sete anos a que foi condenada. A prisão fica na região de Jarkov, perto da fronteira do país com a Rússia. Yulia, de 51 anos, foi julgada em outubro por abuso de poder. A Justiça entendeu que ela excedeu os limites do governo durante a negociação de um contrato para fornecimento de gás natural para a Rússia em 2009. A ex-primeira-ministra foi transportada em uma maca por problemas de saúde.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.