Zambrano, CEO da Cemex desde 1985, morre aos 70

O executivo-chefe da mexicana Cemex, Lorenzo Zambrano, morreu na Espanha nesta segunda-feira, informou a empresa. Em comunicado, a companhia não explicou como ocorreu a morte do executivo, que completou 70 anos em abril.

AE, Agência Estado

12 Maio 2014 | 22h54

Zambrano estava à frente da Cemex desde 1985. Mesmo assim, ele possuía menos de 1% das ações da empresa, segundo dados da Securities and Exchange Commission (SEC, a comissão de valores mobiliários dos Estados Unidos).

Gerardo Copca, diretor na empresa de análise de mercado Metanalisis, lembrou que Zambrano, que não tem filhos e nunca se casou, não deixou um sucessor claro para a companhia. A Cemex foi fundada pelo avô de Zambrano.

"O México perdeu um extraordinário homem de negócios e um grande mexicano", declarou o ministro de Finanças Luis Videgaray em mensagem no Twitter. O presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, disse que Zambrano foi "um pioneiro industrial". Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
México cemex zambrano

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.