Zapatero confirma suspensão de diálogo com o ETA

O primeiro-ministro espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, disse neste sábado, 30, que suspendeu o diálogo com as guerrilhas separatistas bascas ETA após um carro-bomba ter explodido no estacionamento do aeroporto internacional de Madri. "Eu decidi suspender todas as iniciativas de diálogo com o ETA", afirmou Zapatero numa coletiva de imprensa. Mais cedo, o chefe de um partido político banido por ligações com as guerrilhas separatistas disse que o processo de paz na Espanha continuava apesar do ataque, que encerrou um período de trégua de nove meses. "O processo de paz... não só não está terminado, como também é mais necessário do que nunca", disse o líder Batasuna, Arnaldo Otegi, numa coletiva de imprensa na cidade basca de San Sebastian.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.