Zapatero quer ajuda da UE para conter imigração ilegal

O primeiro-ministro da Espanha, Jose Luis Rodriguez Zapatero, disse neste domingo que vai procurar ajuda da União Européia para reduzir o fluxo de imigrantes da África para as Ilhas Canárias.Desde sexta-feira, mais de mil imigrantes ilegais chegaram às ilhas espanholas, na costa do Marrocos.Zapatero interrompeu suas férias nas Ilhas Canárias e anunciou que o ministro do Interior da Espanha, Alfredo Perez Rubalcaba, vai visitar o Senegal na segunda-feira para exigir a implementação de medidas para impedir a partida de barcos com potenciais imigrantes ilegais.A Espanha também vai oferecer às autoridades africanas o dobro de sua ajuda - hoje em US$ 786 milhões - para lidar com a emigração no continente. O Senegal é um dos principais pontos de partida para migrantes de toda a África.Estima-se que 17 mil imigrantes ilegais tenham chegado às Ilhas Canárias este ano - mais do triplo do total do ano passado.O governo local disse não ter mais meios de lidar com a situação e pediu ajuda do governo central espanhol.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.