Zapatistas anunciam marcha pelo México

Os rebeldes zapatistas concordaram em se reunir em 12 de março com uma comissão de legisladores, mas não antes de realizar, na próxima semana, uma marcha dos insurgentes em direção à Cidade do México, segundo um comunicado do líder rebelde subcomandante Marcos. O líder rebelde não indicou qual será a sede do encontro com a Comissão de Concórdia e Pacificação (Cocopa), mas indicou que o grupo zapatista tentará convencer o Congresso sobre a necessidade da aprovação de uma lei de direitos indígenas. O principal negociador do governo mexicano para o conflito em Chiapas, Luis H. Alvarez, pediu aos participantes da marcha rebelde no ínício deste mês que se reunissem com funcionários federais para assegurar que sua manifestação não fosse sabotada por grupos de interesses divergentes. A Cocopa, que ajudou a redigir os acordos de paz em 1996 - que ainda não foram implementados - reiterou a solicitação na semana passada. Mas em seu comunicado divulgado neste domingo, Marcos, o líder rebelde, disse que a delegação de 24 comandantes zapatistas se reunirá com a Cocopa só depois de sua chegada à capital mexicana, a fim de agendar com o Congresso as conversações sobre a Lei de Direitos e Cultura Indígena. Os zapatistas sairão de San Cristóbal de las Casas no próximo domingo e marcharão, através de meia dúzia de Estados, em direção à Cidade do México, onde defenderão a aprovação da lei em questão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.