Zapatistas estão dispostos a reiniciar diálogo

Os dirigentes zapatistas anunciaram hoje, perante o Congresso mexicano, sua disposição para "conseguir o mais rápido possível" as condições para reiniciar formalmente o diálogo com o governo, através de seu braço político e o comissário presidencial para a paz."Desta forma, deixamos clara nossa disposição para o diálogo, a construção de acordos e a conquista da paz", afirmou a comandante Esther, em um histórico discurso em que os rebeldes tiveram acesso à tribuna da Câmara dos Deputados - até então reservada apenas a ministros, legisladores e chefes de Estado.O grande ausente no recinto da Câmara foi o subcomandante Marcos, porta-voz e estrategista dos rebeldes. Ao explicar sua ausência, a dirigente guerrilheira disse que o subcomandante "tinha por missão trazer-nos a esta tribuna".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.