Zarqawi sobreviveu a bombardeio, mas morreu instantes depois

O terrorista jordaniano Abu Musab al-Zarqawi sobreviveu ao bombardeio americano contra a casa em que estava escondido, e tentou sair da maca enquanto era carregado pelo exército iraquiano, informou o exército dos Estados Unidos nesta sexta-feira.Autoridades americanas afirmaram na quinta-feira que o terrorista já estava morto quando chegaram ao local do bombardeio.O major general Bill Caldwell, conversando com repórteres no Departamento de Defesa em Bagdá, disse que ele só soube da sobrevivência do terrorista ao bombardeio quando recebeu o relatório completo da ação nesta sexta-feira."Na realidade chegamos a encontra-lo vivo", disse Caldwell. "Ele murmurou alguma coisa indistinguível e morreu logo após".Caldwell disse que as forças americanas conduziram diversas ações ofensivas durante os últimos dois dias baseadas em informações coletadas no esconderijo bombardeado de Zarqawi. O general mostrou diversas fotografias digitais tiradas dos resultados de uma das ações, em que foi encontrada armas de pequeno porte, munição e outros itens enterrados em um prédio na área de Bagdá.O general informou que um suspeito, que ele não identificou, foi morto nos últimos ataques e pelo menos 25 foram capturados.Questionado se as tropas americanas atiraram contra Zarqawi se o pegassem vivo após o bombardeio, Caldwell disse que não podia dar uma resposta definitiva baseando-se apenas nos relatórios que recebeu. "Eu levarei a questão aos meus superiores e voltarei com a resposta", disse. "Mas não, não há nada nos relatórios que indiquem esse tipo de ação, ou que o corpo de Zarqawi foi acertado por disparos de arma de fogo."A traiçãoA rede de TV à cabo CNN disse, nesta sexta-feira, que fontes do exército americano receberam informações de um "espião" infiltrado na Al-Qaeda e de um membro da rede terrorista preso na Jordânia no mês passado, que deram a localização exata do esconderijo de Zarqawi.A informação contradiz o que o exército americano tem repassado, de que os créditos da ação são dos setores de inteligência iraquianos, que localizaram e seguiram o guia espiritual de Zarqawi, Abu Abdul-Rahman al-Iraqi, até encontrarem o local exato em que estava Zarqawi.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.