Zelaya se apropriou de US$ 6,5 mi, diz tribunal

O Tribunal Superior de Contas de Honduras declarou ontem que o presidente deposto, Manuel Zelaya, utilizou para despesas pessoais quase US$ 6,5 milhões provenientes de fundos públicos. O dinheiro teria sido gasto em cavalos, motos, viagens, vinhos, joias, roupas e aluguel de helicópteros, segundo o relatório oficial do órgão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.