Zimbábue detém ex-deputado dos EUA

Democrata de Ilinóis é acusado de ter 'pornografia infantil', diz jornal local

18 de fevereiro de 2014 | 09h29

HARARE -- Autoridades do Zimbábue anunciaram nesta terça-feira, 18, a detenção de um ex-congressista dos EUA. O democrata Melvin Jay Reynolds foi preso porque portava "material pornográfico" e violou leis de imigração, segundo o jornal The Herald, tido como o porta-voz do regime.

Reynolds renunciou ao cargo de deputado em 1995 após ser condenado por 12 crimes sexuais, incluindo posse de pornografia infantil e sexo com menores de idade.

Uma autoridade de imigração zimbabuana, Ario Mabika, disse à agência Associated Press que o ex-deputado americano está "sob investigação".

Segundo o The Herald, Reynolds foi detido na segunda-feira enquanto estava em seu hotel, na capital Harare. A embaixada dos EUA se recusou a comentar o caso.

As relações entre o ditador do Zimbábue, Robert Mugabe – o líder africano no poder há mais tempo –, e os EUA são tensas. / ASSOCIATED PRESS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.