Moody's rebaixa rating de 16 bancos espanhóis

Segundo a agência de risco, bancos operam em condições adversas, há menor solvência creditícia e restrições no acesso aos mercados de capitais.

Efe,

18 Maio 2012 | 05h09

NOVA YORK - A agência de classificação de risco Moody's anunciou nesta quinta-feira o rebaixamento do rating de 16 grandes bancos espanhóis, inclusive do grupo Santander e do BBVA. A Moody's justifica o downgrade pelas "condições adversas" nas quais operam os bancos, a "menor solvência creditícia" do país, a "rápida" deterioração da qualidade dos ativos e as "restrições" no acesso aos mercados de capitais.

 

A agência mencionou especificamente a recaída da economia espanhola à recessão, a atual crise do mercado imobiliário e o "persistente" alto nível de desemprego, assim como os problemas de acesso a crédito que dificultam o governo respaldar os bancos. A Moody's ressaltou também o rebaixamento desta quinta-feira no contexto da atual crise que atinge a zona do euro e que, segundo disse, contribui para o "persistente temor" entre os investidores sobre seu impacto nos bancos espanhóis e sua dívida soberana.

 

Os bancos afetados são: Banesto, Santander UK, BBVA, CaixaBank, La Caixa, Caja Rural de Navarra, Banco Cooperativo Espanhol, Bankinter, CECA, Caja Rural de Granada, Liberbank, Cajamar, Lico Leasing, Unicaja, Banco Popular e Banco Sabadell. A agência reconheceu "algumas tendências positivas" que limitaram "a extensão e o alcance" do rebaixamento anunciado nesta quinta-feira, como uma melhora na capacidade de absorção do risco dos bancos e o apoio do Banco Central Europeu (BCE) com liquidez.

 

Também destacou o apoio do governo espanhol aos bancos, mas disse que esses fatores positivos não foram suficientes devido aos crescentes desafios na qualidade dos ativos "que enfraquecem os lucros e ameaçam erodir os níveis de capital de muitos bancos".

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.