Funimation
Funimation
Charles Solomon, The New York Times

28 de outubro de 2018 | 06h00

Se você tem menos de 30 anos, Monkey D. Luffy, o capitão maluco dos Straw Hat Pirates, do mangá japonês, e do programa de televisão “One Piece”, e o líder ninja Naruto e seu filho adolescente, Boruto, de outra série, provavelmente serão alguns dos seus personagens animados favoritos. Se tem mais de 30, eles são os astros das maiores franquias de quem você nunca ouviu falar.

Desde que Eiichiro Oda criou “One Piece”, em 1999, foram vendidos mais de 430 milhões de livros, e a TV exibiu 848 episódios da série.

Poucas pessoas sabem que as vozes inglesas destes ruidosos personagens masculinos são femininas: Maile Flanagan, 53, é Naruto; Amanda Miller, 31, é Boruto; e Colleen Clinkenbeard, 38, é Luffy. “Fico sempre surpresa quando os fãs se espantam, porque isto vem acontecendo há tanto tempo”, comentou Colleen.

Maile acrescentou, rindo: “Em geral, sempre aparece um cara arrastando os irmãos e me apresenta: ‘Falei para vocês que ela era uma moça’ ”.

Nestes tempos em que se debate quem deve representar determinado papel, as três atrizes disseram que enfrentaram algum desafio - mas também foi engraçado personificar meninos adolescentes.

“É uma coisa muito diferente dar a voz a um personagem masculino se você é uma mulher”, disse Colleen. “Os ritmos são diferentes: os meninos colocam as coisas de uma maneira diferente e são mais agressivos ou positivos”.

Amanda disse que o fato de ter de interpretar um menino que está crescendo fez com que fosse mais fácil para ela entrar no personagem. “Não se trata de contrapor homem e mulher, mas de captar a curiosidade de Boruto e o seu entusiasmo com tudo o que vê”.

“Minha experiência teatral ajuda”, acrescentou, “porque no teatro, o ator precisa manipular a própria voz e criar algo que não existe na realidade”.

Quando Naruto usa técnicas mágicas ninja, que Boruto estuda, ou Luffy ataca um inimigo sem se preocupar com o perigo, as atrizes devem sugerir estas ações somente com as próprias vozes.

Maile, que a certa altura teve de berrar bem alto para mostrar que Naruto e 500 mágicos “clones das sombras” gritavam em uníssono, disse que gritar às vezes é algo exaustivo. “Quando preciso lutar muito, são da cabine toda suada”, acrescentou. “Não é nada bonito”.

Maile interpreta Naruto há 14 anos, desde que ele era um menino de escola até tornar-se pai e chefe da aldeia. Amanda ainda está explorando Boruto, que foi introduzido na série no ano passado. Colleen espera que o seu pirata de voz rouca continue indefinidamente.

Luffy nunca cresceu e nem mudou; no episódio 848 ele não está mais perto de se tornar o Rei dos Piratas do que estava no Episódio 1. “Muitos personagens acabam ficando velhos, mas não Luffy”, disse Colleen. “Para mim ele é sempre muito engraçado”.

Ela ainda acha que faz sentido uma mulher ser Luffy.

“Sendo uma atriz, é menos provável que a minha voz mude significativamente do que uma voz masculina”, afirmou. “Mas se tivessem escolhido um ator suficientemente jovem para parecer Luffy, 10 ou 12 anos mais tarde ele pareceria muito mais másculo”.

Tudo o que sabemos sobre:
dublagemtelevisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.