Bernadette Dashiell The New York Times
Bernadette Dashiell The New York Times

Homens aprendem a cuidar de suas barbas na quarentena

Alguns homens que trabalham em casa e crescem barbas pela primeira vez estão percebendo que seus pelos faciais são um emaranhado de ondas e cachos

Andrew Adam Newman, The New York Times - Life/Style

07 de agosto de 2020 | 05h00

Trabalhando em casa e deixando a barba crescer pela primeira vez, alguns homens estão chegando à constatação que seus pelos faciais são um emaranhado de ondas e cachos. Mas Matt Vilanova descobriu há anos como sua barba pode ser incontrolável. "Minha barba é naturalmente muito bizarra, dá voltas e mais voltas. Quando ela cresceu um pouco mais do que aquela que aparece no fim do dia, fiquei parecendo um neandertal", disse Vilanova, de 34 anos, gerente em uma empresa de software que mora em Seymour, Connecticut.

Há alguns anos, quando sua barba tinha cerca de cinco centímetros, Vilanova tomou emprestada – de sua então namorada e futura esposa – uma prancha para alisamento de cabelo, com placas com revestimento de cerâmica. "Prender o bigode com uma prancha quente o suficiente para estourar pipoca era um processo muito delicado. Até certo ponto ajudava, mas era preciso aproximá-la ao máximo da pele. Então, pensei: 'Sem dúvida, vou acabar comigo se continuar fazendo isso.'"

Há um ano, Vilanova comprou uma Kuschelbär, escova alisadora para a barba da Masc by Jeff Chastain. Possui dentes aquecidos que emergem de uma placa quente, uma versão compacta das escovas de alisamento destinadas às mulheres. "Eu era cético antes de usá-la, mas já na primeira vez pensei: 'Essa coisa é fantástica.' Os pelos parecem limpos, afiados e duros. Você se sente um cara durão", afirmou Vilanova.

Outro admirador da Kuschelbär é Andre Drummond, estrela do basquete, gravou um vídeo alisando sua barba com a escova. As vendas de escovas alisadoras para a barba estão, literalmente, aquecidas. Jeff Chastain, proprietário de um salão de beleza em Greenwich Village, lançou a Kuschelbär (o nome em alemão significa "abraço de urso") no fim de 2017, e, de acordo com ele, é a escova alisadora original para a barba.

Chastain já vendeu mais de 115 mil peças e incentiva os homens a usá-las no cabelo também. Atualmente, ele vende três modelos, com preços que variam de US$ 100 (a versão original) a US$ 140 (a versão sem fio). A Aberlite, uma marca de produtos para a barba, começou a vender uma escova alisadora aquecida para a barba na Amazon no início de 2019.

Teng Ma, dono da empresa, afirmou que no início comprou milhares de escovas de alisamento de cabelo feminino sem marca da Alibaba, a gigante chinesa de comércio eletrônico, e relançou as peças como escovas para a barba. Agora, ele vende três modelos compactos desenvolvidos para a barba. (Escovas com dentes mais compridos podem deslizar sobre barbas mais curtas, em vez de envolvê-las.) "A Aberlite vendeu quase 25 mil escovas para a barba em 2019 e segue no mesmo ritmo de vendas este ano", informou Ma. Elas custam de US$ 40 a US$ 90.

Outra marca, a Beard Struggle, também adquiriu milhares de escovas alisadoras de cabelo em tamanho normal e as rebatizou como escovas para a barba. Posteriormente, no outono de 2019, a empresa lançou um pente alisador compacto desenvolvido para a barba, o Vaeringjar, de US$ 97, aquecido em uma extremidade para dar volume. De acordo com Faiysal Kothiwala, o fundador da Beard Struggle, a empresa já vendeu 63 mil aparelhos.

Judd Curtis, de 37 anos, mora em Portland, no Oregon, trabalhando como podador de árvores. Sua função é manter a rede elétrica livre de galhos. Mas, embora ele consiga controlar facilmente pinheiros, sua barba é outra história. "Tenho um redemoinho no queixo, um lugar em que o pelo até cresce liso. Minha barba é simplesmente muito espessa, é do tipo que se espalha em todas as direções", comentou Curtis.

Em julho do ano passado, Curtis comprou uma escova alisadora para barba da Arkam por US$ 40, na Amazon, e avaliou o produto com cinco estrelas. "Agora, levo cerca de três minutos de manhã para ir de vagabundo louco a lenhador caprichoso", escreveu ele. Embora populares, as escovas alisadoras para a barba não conquistaram todo mundo. Greg Berzinsky, de 59 anos, um arquiteto da Filadélfia que grava vídeos sobre cuidados com a barba no Bearbrand, canal popular do YouTube, tentou usar uma escova alisadora em sua barba grisalha.

Mas prefere modelá-la com um secador e uma escova arredondada, que ele vira para baixo e para dentro enquanto seca a barba para acompanhar a linha do maxilar. Berzinsky mostra seu método em um vídeo que tem quase 3,5 milhões de visualizações e milhares de comentários elogiando sua barba. ("Não tenho problemas com a figura paterna, mas… minha nossa, que papai!", revelou um comentário.)

"É realmente para controlar a parte inferior da minha barba", contou Berzinksy a respeito de seu estilo, acrescentando que, mais que alisar a barba, ele está dando volume a ela, com a ajuda do produto Sea Salt Spray da Bearbrand. "O pelo facial é muito diferente do cabelo. Sem querer ser grosseiro, ele é mais parecido com o pelo púbico", explicou Matty Conrad, fundador de barbearias estilo retrô na Colúmbia Britânica e de uma linha de produtos de cuidados pessoais para homens, a Victory Barber & Brand.

Conrad disse que cerca de dez por cento de seus clientes com barba as estilizam com escova térmica ou secador de cabelo, mas isso não é o que ele normalmente recomenda, nem é o estilo que adota na própria barba ondulada. "Estou acostumado a ver certa textura e certo volume em minha barba. Quando cuido dela assim, o volume diminui e a deixa realmente muito lisa e quase que arrumada demais", contou Conrad.

Com as barbearias fechadas, a revista GQ recentemente fez um vídeo tutorial com Conrad mostrando como aparar a barba. Os barbeiros geralmente fazem um corte bem curto, e o comprimento é determinado por pentes de altura de corte acoplados ao aparelho. Mas Conrad adota um estilo afro para aparar a barba, concentrando-se mais na silhueta. Ele usa cortadores sem pente de altura descendo pelos lados da barba e do queixo – diretamente para baixo, como se uma bola caísse, sem seguir a curva do rosto.

No fim do vídeo, a barba de Conrad é menos perfeita do que em Game of Thrones, e ele não a usaria de outro jeito. "Acho que existe uma frieza inerente quando se tem a barba mais bruta. Se você usa terno todos os dias e é muito elegante, nesse caso uma escova alisadora provavelmente combina com seu estilo, mas normalmente parece que acabei de descer de um cavalo, sabe? Gosto de aceitar esse estado selvagem", comentou ele.

The New York Times Licensing Group – Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito do The New York Times.

Tudo o que sabemos sobre:
barba e bigode

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.