Hat Trick Productions
Hat Trick Productions

Programa de comédia que riu de Boris Johnson pode ter ajudado em sua ascensão

As primeiras aparições do primeiro-ministro em programa da BBC ajudaram o político a ficar mais conhecido pelo público britânico

Alex Marshall, The New York Times

14 de novembro de 2019 | 06h00

BOREHAMWOOD, INGLATERRA - Há muitas teorias a respeito de como Boris Johnson, o primeiro-ministro da Grã-Bretanha, ascendeu ao poder. Alguns dizem que ele era predestinado a governar em razão de sua vontade e seu passado privilegiado. Ou que ele conseguiu se valer da parte da opinião pública que se voltava contra a União Europeia.

Mas muitas pessoas atribuem sua ascensão ao programa de TV Have I Got News for You [Nem Imagina as Notícias de Hoje], um concurso de perguntas e respostas que a BBC leva ao ar há muito tempo. Considerado uma instituição na Grã-Bretanha, o programa começou a ser exibido em 1990, nas noites de sexta feira, e tem em média quatro milhões de telespectadores. É um programa simples. Os dois anfitriões no comando - Ian Hislop, um editor de revista satírica, e Paul Merton, um comediante - recebem convidados famosos, frequentemente políticos, que fazem piada e respondem a perguntas relativas às notícias da semana. 

Os convidados são submetidos a gozações, especialmente se possuem um passado escandaloso. Mas, para aqueles dispostos a suportar a ridicularização, o programa se tornou uma maneira de cair nas graças do público em um país onde a autodepreciação é uma forma de arte. As aparições de Johnson foram “clássicos da cultura pop”, escreveu sua biógrafa, Sonia Purnell, em Just Boris. “No fim, sua carreira na TV provou ser seu maior ativo eleitoral.”

A primeira aparição de Johnson no programa foi em 1998, quando ele não passava de um jornalista que não havia conseguido se eleger parlamentar pelo Partido Conservador. Richard Wilson, um dos produtores do programa, afirmou que tinha visto Johnson, com seus loiros cabelos despenteados e jorrando suas obscuras referências, em um noticiário de TV, certa noite. Wilson pensou: “Ele é uma figura meio extravagante’; e decidiu convidá-lo para o programa.

Em sua aparição, Johnson foi questionado a respeito de um conhecido episódio: ele tinha sido gravado secretamente oferecendo ajuda a um amigo - posteriormente condenado por fraude - para localizar um repórter e espancá-lo. Johnson enrolou um pouco, mas manteve o bom humor. “Não me envergonho disso”, afirmou ele.

“Mas do que exatamente o senhor não se envergonha, nesse caso?”, lhe foi perguntado. “Do que quer que haja para não se envergonhar”, respondeu ele. A plateia do programa caiu na gargalhada. Johnson apareceu outras seis vezes no programa, aperfeiçoando cada vez mais sua efervescente personalidade (Wilson afirmou que ele despenteava o cabelo pouco antes de as câmeras começarem a gravar).

Johnson foi eleito para a Câmara dos Comuns em 2001 e depois foi prefeito de Londres (ele cessou suas aparições no programa durante essa candidatura). Tornou-se primeiro-ministro em julho e enfrentará Jeremy Corbyn na próxima eleição, em 12 de dezembro. Emily Rayner, uma funcionária pública que esperava para entrar no estúdio, para uma gravação do programa, recentemente, afirmou que conhece pessoas que votaram em Johnson “porque acham que ele tem personalidade, já que esteve no Have I Got News for You”.

Mas o programa não pode ser acusado de ser pró-Brexit ou pró-Boris. Em um programa recente, a primeira rodada de perguntas zombava dos mais recentes constrangimentos de Johnson, e um clipe com uma cidadã chamando-o de “maltrapilho imundo” foi exibido. “E essa é a mãe dele”, afirmou Merton, arrancando uma das maiores gargalhadas da noite. / TRADUÇÃO DE AUGUSTO CALIL

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.