Tentando escrever um discurso de casamento? Tudo é uma questão de detalhes

Tentando escrever um discurso de casamento? Tudo é uma questão de detalhes

Se você recebeu a missão de dizer algumas palavras sobre os noivos, aqui vão algumas dicas para ajudar a aliviar sua ansiedade e inspirar você a falar de coração

Dina Gachman/The New York Times - Life/Style, O Estado de S.Paulo

29 de junho de 2021 | 05h00

Durante a pandemia, festas com bandas de dez integrantes e fontes de champanhe deram lugar a microcasamentos de quintal e comemorações por Zoom. Mas uma tradição se manteve forte e até prosperou no último ano: o discurso de casamento.

Ame-os ou odeie-os, “os discursos dão às pessoas algo para falar e são um incrível suco de interação”, diz Heidi Ellert-McDermott, fundadora da Speechy, uma empresa britânica que cria discursos sob medida para casamentos em todo o mundo. “Eles podem realmente ser o pontapé inicial numa festa”.

Falar em público, seja na frente de dez ou de cem pessoas, pode ser intimidante. E, se você já assistiu a um discurso de casamento longo e cheio de clichês, sabe que não é assim tão fácil fazer um brinde memorável.

“Todos sabemos muito bem que ninguém tem ideia do que trará o amanhã”, disse Marisa Polansky, fundadora do serviço de redação de discursos Speech Tank, no Brooklyn, com Kristine Keller. “O fato de duas pessoas quererem enfrentar o amanhã juntas é especialmente digno de nota. Então, há mais pressão sobre os discursos para trazer peso ou seriedade ao evento, acho. Mas também é uma oportunidade”.

Se você recebeu a missão de dizer algumas palavras sobre o casal, há algumas coisas a lembrar que vão ajudar a aliviar sua ansiedade e inspirar você a falar de coração.

Pergunte a si mesmo: por que eu?

Se você está olhando para uma página em branco, dê um passo para trás e pense na sua relação com o casal. “Comece perguntando a si mesma por que você está fazendo o discurso”, disse Tess Barker, 38 anos, comediante de Los Angeles que tem um “vasto currículo como dama de honra”. Pensar em seu relacionamento com o casal pode ajudá-lo a se concentrar nas memórias que vocês compartilham e lembrá-lo de que você não está dando um discurso político: você está simplesmente falando com alguém de quem gosta.

Não faça nada sozinho

Existe uma tendência de pensar no processo de redação de um discurso como algo solitário, mas Ellert-McDermott, da Speechy, sugere que seja um esforço coletivo. “Não se limite a essa coisa secreta, que precisa ser feita num quarto escuro na noite anterior, quando você já está em pânico”, disse ela. Ellert-McDermott sugere convidar o casal ou outros amigos para um brainstorm com você. Reúna histórias ou descubra características e peculiaridades sobre o casal que os outros amigos e familiares adoram.

Esqueça os agradecimentos

Não comece seu discurso agradecendo aos convidados, ao DJ, à floricultura, aos pais e à banda. “Qualquer pessoa que tenha ouvido um discurso do Oscar sabe que os agradecimentos são entediantes”, disse Ellert-McDermott. Você pode agradecer às pessoas individualmente e, então, centrar seu discurso nas histórias, no humor e na emoção. Um rápido “obrigado por terem vindo” não vai estragar o discurso, mas não deve ser o foco.

Encontre um tema

Em vez de falar sobre tudo o que há para se saber sobre o casal, resuma as coisas identificando um tema. “Isso ajudará você a manter o foco e a não ser muito prolixo, além de formar uma linha-mestra”, disse Carla Eustache, 38 anos, proprietária da Style Perfect Events, com sede em Charlotte, Carolina do Norte. Eustache disse que notou um aumento nos discursos sobre resiliência e perseverança desde a pandemia, mas seu tema não precisa ser elevado. Pode ser centrado na obsessão da noiva em encontrar o taco perfeito ou na horrível voz do noivo para cantar. “Se você consegue identificar um tema em toda a aleatoriedade, é assim que tudo se encaixa”, disse Ellert-McDermott.

Evite os clichês

É fácil entrar em pânico e pesquisar no Google um modelo de discurso de casamento, mas trabalhos de recortar e colar raramente resultam em discursos memoráveis. Se você se pega escrevendo uma série de clichês, jogue seu discurso e volte ao básico, disse Jason Mitchell Kahn, planejador de casamentos de Nova York e autor do livro Getting Groomed: The Ultimate Wedding Planner For Gay Grooms.

“Quando um cliente vem até mim”, disse ele, “nos concentramos em três pontos a serem atingidos: como vocês se conheceram, o que você amava nos noivos antes de eles se conhecerem e como você viu suas vidas crescerem à medida que se misturavam”. Outra dica: não diga coisas como “eles são perfeitos um para o outro”, porque, como Ellert-McDermott disse, “ninguém é perfeito”. Além disso, tente evitar citações. “Nunca ouvimos um bom discurso que começasse com ‘como Jane Austen disse certa vez’”, disse Keller, da Speech Tank.

​Conheça seu público

A pandemia fez com que muitos casamentos ficassem menores e mais íntimos, o que significa que os discursos também podem ficar mais pessoais e casuais. O segredo é ler o ambiente, seja ele virtual ou presencial. “Não fale sobre uma noite selvagem e cheia de drogas em Las Vegas”, disse Barker. “Lembre-se de que pode ter alguns avós presentes”.

Ela também sugere se dirigir aos dois recém-casados. “Quando alguém simplesmente se entusiasma com um dos noivos, fica estranho”. Outra chave para evitar constrangimento é não deixar as pessoas de fora. “As piadas internas nunca dão certo”, acrescentou Eustache.

Seja breve e fale alto

Mais não significa melhor. A maioria dos especialistas em redação de discursos sugere de três a cinco minutos, no máximo. “Ninguém nunca fica chateado quando o discurso é muito curto”, disse Keller. A maioria dos especialistas também prefere segurar um pedaço de papel a rolar a tela de um celular ou qualquer outro dispositivo, uma vez que isso pode afetar o fluxo da fala.

Deixe o telefone na mesa, pratique, memorize o máximo que puder e não se esqueça de respirar. Com a popularidade dos casamentos ao ar livre se tornando uma tendência pós-pandemia, Kahn oferece outra dica importante: “Sempre tenha um microfone em mãos”, disse ele. “Não tem nada mais frustrante do que um bom discurso que as pessoas não conseguem ouvir”. / TRADUÇÃO DE RENATO PRELORENTZOU

The New York Times Licensing Group - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito do The New York Times

Tudo o que sabemos sobre:
casamentonamoro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.