Como lidar com uma 'temporada silenciosa' de amizades
Anna Goldfarb, The New York Times - Life/Style

06 de outubro de 2020 | 05h00

As amizades precisam de quatro elementos para crescer, de acordo com Kat Vellos, autora e coach de conexões: proximidade física, interações regulares, uma visão compatível da vida e um compromisso compartilhado de estarmos presentes uns para os outros. Em seu livro, We Should Get Together: The Secret to Cultivating Better Friendships (Devemos ficar juntos: o segredo para cultivar melhores amizades, em tradução livre), ela chama esses fatores de “sementes de conexão”, porque, quando todos estão presentes, uma amizade saudável pode florescer. No entanto, se algum desses componentes estiver faltando “devido às circunstâncias ou por não ser alimentado ativamente, maior será a probabilidade de fracasso”, escreveu ela.

Se você está se sentindo desconectado porque não tem conseguido passar tempo com seus amigos, é compreensível. Quando não nos envolvemos em uma comunicação regular e fazemos atividades juntos, até mesmo os laços mais próximos da amizade se desfazem, de acordo com um estudo de 2015 publicado na revista Human Nature.

Ao contrário das relações familiares, as amizades são totalmente voluntárias. Portanto, "são os relacionamentos em que normalmente colocamos menos esforço", disse Sabeen Shaiq, assistente social.

Outra razão pela qual você pode estar se sentindo isolado de um amigo é porque recentemente percebeu que suas crenças éticas não são tão semelhantes quanto você imaginava. Pontos de vista conflitantes em relação a questões sociais podem revelar incompatibilidades dolorosas demais para serem ignoradas. Movimentos sociais recentes estão “realmente mostrando mais a respeito de quem as pessoas são, o que elas valorizam e o que é importante para elas”, disse Ivy Kwong, terapeuta familiar e matrimonial. “E isso está mudando muito a dinâmica da amizade.”

Quer sua amizade tenha sido forte nos últimos meses ou congelada completamente, aqui estão algumas maneiras de cuidar dela enquanto se distancia socialmente.

- Caso tenha tido conflito

Talvez vocês tenham tido um desentendimento quanto às medidas de segurança ou você experimentou uma evidente incompatibilidade de valores e crenças. Houve uma briga e você está procurando dar um jeito nisso.

Tente fazer uma conexão genuína

Se o encontro não for viável ou seguro, você pode marcar uma videochamada. No entanto, uma única conversa por vídeo provavelmente não será suficiente para colocar a amizade de volta nos trilhos, disse Sabeen. Agendar outra chamada ou encontro em uma data futura manterá o ímpeto positivo e ajudará a normalizar o relacionamento.

Estenda a compaixão o máximo que puder

“Precisamos ter compaixão pelo estresse que as pessoas estão passando”, disse Lydia Denworth, autora de Friendship: The Evolution, Biology, and Extraordinary Power of Life’s Fundamental Bond (Amizade: a evolução, a biologia e o poder extraordinário do vínculo fundamental da vida, em tradução livre). Algumas pessoas não foram afetadas pela pandemia, outras tiveram suas vidas paralisadas. Podem surgir problemas entre amigos que não reconhecem que pessoas diferentes estão passando por essa crise de maneiras diferentes, disse Lydia. Devemos estar cientes de nossas sortes e estender a compaixão àqueles que não foram tão afortunados.

Ivy incentiva aqueles que são brancos a serem especialmente cuidadosos nas interações com amigos que não são brancos. É compreensível se você quiser entrar em contato com seus amigos negros ou asiáticos para ver como eles estão lidando com as mudanças que estão varrendo os EUA, disse ela.

Em primeiro lugar, ela incentiva as pessoas a examinarem as razões que motivam esse contato: você está agindo de modo a cuidar de seu amigo ou está tentando aliviar seu próprio desconforto? Se você está realmente preocupado com seu amigo, em vez de perguntar como ele está, Ivy recomenda perguntar sobre como você pode apoiá-lo agora. Ofereça-se para fazer algo específico, como realizar uma tarefa para eles, pedir comida em seu nome ou doar para um fundo que apoiem. Ela encoraja as pessoas brancas a continuarem seu próprio trabalho antirracista de forma independente e ao lado de seus outros amigos brancos.

Aceite que você poder ter deixado para trás essa amizade

Só porque uma amizade existe há muito tempo não significa que ela seja capaz de proporcionar o que você precisa hoje. Lydia disse que devemos aproveitar este momento para identificar nossas amizades mais fracas: “Aquelas que não estão apoiando você, não fazem você se sentir bem e que estão desequilibradas”. Alguns comportamentos que você tolerava antes - um amigo cruel ou crítico, por exemplo - podem não funcionar para você agora. Ela recomenda realocar esse relacionamento para os anéis externos de seu círculo de amizade.

- Se houver distância emocional ou física

Muitas pessoas estão tão focadas em suas próprias necessidades imediatas que não têm capacidade para manter contato com os outros. Estes são os casos em que não houve hostilidade entre amigos, apenas um distanciamento perceptível.

Entre em contato

Seja proativo ao estabelecer contato com amigos com quem você não fala há algum tempo. “Você não vai esbarrar aleatoriamente com seus amigos no bar”, disse Ivy. “Você vai ter que arranjar tempo para se encontrar com amigos virtualmente agora.” Ela disse que deveríamos agendar nossos encontros virtuais como se fossem uma reunião de trabalho. A qualidade é mais importante do que a quantidade, então, se você só tem energia suficiente para entrar em contato com alguns amigos queridos, tudo bem.

Expresse gratidão

Escreva uma carta à mão dizendo a seus amigos o quanto eles significam para você. Expressar seu profundo apreço pode ajudar a fortalecer seu vínculo. “É assustador de se fazer, porque pode não ser recíproco”, disse Sabeen. “Mas às vezes temos apenas que ser autênticos conosco mesmos.”

Tente não levar um "não" para o lado pessoal

Se alguém disser que não pode falar com você agora, não caia na espiral do mal e comece a fazer suposições negativas. “Sempre que alguém diz não, basicamente esta pessoa está cuidando de si mesma”, disse Ivy. Respeite a decisão dos outros e deixe-os saber que sua porta está sempre aberta para eles.

- Se houve confusão ou decepção

A comunicação estagnou. Você não tem certeza de em que ponto sua amizade está no momento. Você quer um encerramento dessa dúvida, mas pode não ser possível.

Resista ao impulso de tomar decisões permanentes em relação à sua amizade agora

Ao contrário dos cenários em que houve um conflito específico ou a percepção de que o relacionamento não está funcionando, uma pandemia não é um bom momento para tomar decisões permanentes se o problema for comunicação, disse Kat. Você pode não ser mais a prioridade de alguém, “seja por essa pessoa de repente estar cuidando de um bando de crianças em casa sete dias por semana ou por estar lidando com um familiar em crise", disse ela. O silêncio pode não ser uma repreensão pessoal, apenas um período de silêncio em uma longa amizade.

Considere este momento como uma interrupção, não um gelo permanente

Alguns relacionamentos não podem prosperar neste momento, mas você pode não querer desistir deles completamente. “Permita-se dar espaço para voltar a eles sempre que as coisas estiverem mais normais”, disse Lydia. “Às vezes, há pessoas que voltam à sua vida em momentos diferentes.” Ela compara isso a descobrir um suéter esquecido em seu armário que de repente se ajusta perfeitamente ao seu corpo. “Isso pode acontecer com amizades novamente no futuro”, disse ela. Elas não precisam ser “tudo, para todas as pessoas, o tempo todo”, disse Lydia, “inclusive durante as pandemias”.

Trabalhe internamente sobre o fim

Sabeen disse que há vários motivos pelos quais alguém pode abandonar uma amizade agora. Talvez um amigo esteja passando por dificuldades e apenas tentando sobreviver. “Ou a amizade provavelmente não era o que você pensava no começo”, disse ela.

Enquanto você lamenta o final - ou pausa - dessa amizade, volte sua atenção para coisas que “permitirão que você tenha uma sensação de esperança, otimismo ou até mesmo alegria”, disse Kat. “Foque no que você deseja cultivar, não naquilo que não está sendo cultivado.” / TRADUÇÃO DE ROMINA CÁCIA

The New York Times Licensing Group - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito do The New York Times.

Tudo o que sabemos sobre:
coronavírus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.