Getty Images
Getty Images

Presidente chinês quebra tradição ao aceitar cabelo grisalho

Líder da China, Xi Jinping se notabiliza por buscar imagem de homem do povo

Javier C. Hernández, The New York Times

15 de março de 2019 | 06h00

HONG KONG - O presidente Xi Jinping é conhecido por quebrar as regras da política chinesa, acumulando mais poder que qualquer outro líder desde Mao. Sua mais recente tentativa de mudar as coisas pode ser uma de suas jogadas mais ousadas até hoje: Xi está aceitando aos poucos - mas sem constrangimento - o cabelo grisalho, contrariando uma antiga tradição do Partido Comunista. Durante décadas, os líderes chineses apresentaram cabeças cheias de um cabelo artificialmente escuro, uma aparência que simbolizava a união e dava ao partido uma imagem mais jovem.

Mas Xi, 65 anos, parece deixar de lado a vaidade conforme se apresenta como líder mais humano, parte de seus esforços para relaxar as políticas mais duras. Os fios prateados têm feito sucesso entre membros do partido e o público em geral. “Ele é muito humilde", disse Gu Yan, 47 anos, funcionário de uma empresa de tecnologia de Xiamen. “Não tem medo de assumir quem ele é.”

Xi tem um histórico de decisões de vestuário que sublinham sua imagem de homem do povo. É frequentemente visto usando uma jaqueta azul marinho com zíper, símbolo de sua humildade no combate à corrupção. O cabelo grisalho reforça ainda mais essa imagem, bem como o desejo de Xi de ser visto como figura paterna e honrar o apelido popular que recebeu, “Tio Xi", dizem os especialistas.

O cabelo grisalho não chamava tanta atenção antes na China - tanto Mao quanto Deng Xiaoping, maior líder da China, aceitaram uma aparência grisalha em seus últimos anos de governo. No passado, a cor do cabelo era vista como símbolo de status dentro do partido. Em 2015, por exemplo, o ex-diretor de segurança doméstica da China, Zhou Yongkang, foi mostrado confessando seus crimes durante uma audiência de sentenciamento, e o cabelo preto que ele costumava apresentar tinha ficado branco durante o período que passou detido.

O sociólogo Zhang Jiehai, da Academia de Ciências Sociais de Xangai, disse que no passado os líderes chineses tingiam o cabelo para ocultar problemas de saúde e promover uma imagem mais jovem. Mas, de acordo com ele, agora os funcionários chineses são mais jovens, e a sociedade se tornou mais aberta. “Tornou-se mais natural", disse ele. “Os líderes não precisam mais esconder os cabelos brancos.”

A técnica usada pelos funcionários chineses para manter os cabelos escuros é quase um segredo de estado, que provavelmente envolve quantias industriais de tintura. O cabelo de Xi era quase todo preto quando ele chegou ao poder, em 2012. Mas, enfrentando uma economia em desaceleração, tensões diplomáticas no Mar do Sul da China e uma guerra comercial com os Estados Unidos, seu cabelo ficou mais grisalho.

O exemplo de Xi parece despertar adesões: pelo menos sete dos 25 membros do Politburo também têm o cabelo grisalho. Nas barbearias da China, os barbeiros aprovaram a mudança. “Isso faz parecer que ele trabalha ainda mais - como se presidisse dia e noite", disse o barbeiro Liu Ke, de Xi’an.

Mais conteúdo sobre:
Xi JinpingChina [Ásia]

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.