82 soldados sauditas já morreram na fronteira com Iêmen

Arábia Saudita lançou no início de novembro uma ofensiva contra rebeldes xiitas na divisa entre os países

Associated Press e Agência Estado,

12 de janeiro de 2010 | 14h39

Um alto funcionário saudita afirmou nesta terça-feira, 12, que 82 soldados sauditas morreram e 21 estão desaparecidos desde que o reino lançou uma ofensiva contra rebeldes xiitas iemenitas ao longo da fronteira, no início de novembro.

 

O príncipe Khaled bin Sultan, ministro da Defesa assistente da Arábia Saudita, afirmou que suas forças foram capazes de "limpar" a área fronteiriça de al-Jabiri, "pulverizando" os rebeldes do Iêmen que ali atuavam. Ele disse que, no mais recente confronto, quatro soldados sauditas morreram.

 

A Arábia Saudita lançou uma ofensiva por terra e ar contra rebeldes iemenitas em 5 de novembro, após um de seus soldados ter sido morto na fronteira. O príncipe disse que, apenas no mês passado, 73 soldados morreram nessa ofensiva.

Tudo o que sabemos sobre:
Arábia SauditarebeldesxiitasIêmen

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.