Abbas diz que não há diálogo sem suspensão de assentamentos

A Autoridade Palestina não vai retomar o diálogo com Israel para negociar a paz se não for interrompida a construção de assentamentos, inclusive em Jerusalém Oriental, afirmou neste domingo o presidente palestino, Mahmoud Abbas.

REUTERS

21 de novembro de 2010 | 10h22

Abbas afirmou que palestinos e Israel não receberam nenhum pedido oficial dos Estados Unidos para retomar as conversas, que se iniciaram em setembro e foram suspensas três semanas depois de Israel ter se recusado a estender um congelamento na construção de novos assentamentos na Cisjordânia.

Ao ser questionado se a Autoridade palestina concordaria em retomar as conversas caso a nova suspensão em relação a assentamentos não incluir Jerusalém Oriental, ele afirmou: " ... Se não houver suspensão completa nos assentamentos em todos os territórios palestinos, incluindo Jerusalém, nós não vamos aceitar."

Abbas falou com jornalistas depois de uma reunião com o presidente do Egito, Hosni Mubarak, no Cairo.

(Reportagem de Marwa Awad)

Tudo o que sabemos sobre:
ORMEDABBASASSENTAMENTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.