Abbas ordena libertação de todos os prisioneiros do Hamas

Cerca de 200 militantes eram mantidos presos por forças do líder palestino após ataque em Gaza

Associated Press,

31 de julho de 2008 | 18h13

O presidente palestino Mahmoud Abbas ordenou nesta quinta-feira, 31, a libertação de todos os prisioneiros do Hamas que suas forças de segurança prenderam nos últimos dias. Seu escritório informou que a ordem veio nesta quinta da Tunísia, onde o palestino está mantendo conversas.   Veja também: Fatah prende 54 ativistas do Hamas   As forças do Fatah detiveram cerca de 200 ativistas do Hamas na última semana, em resposta à captura de militantes na Faixa de Gaza. As prisões aconteceram após explosões que mataram cinco membros do Hamas, que culpou o Fatah pelos incidentes.   Abbas pediu o fim do conflito interno - o Hamas e o Fatah são rivais. A tensão entre os dois grupos cresce desde que o Hamas tomou o controle de Gaza no ano passado, expulsando os militantes do Fatah. A libertação dos prisioneiros do Hamas é vista como um passo para a paz.

Tudo o que sabemos sobre:
HamasFatah

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.