Adolescente palestino é morto durante protesto na Cisjordânia

Um adolescente palestino foi morto na sexta-feira, quando tropas israelenses na cidade de Hebron, na Cisjordânia, entraram em choque contra manifestantes que pediam um fim para a ofensiva israelense na Faixa de Gaza, informaram médicos e testemunhas. Autoridades médicas e um parente da vítima disseram que Musat Dana, 17, levou um tiro na cabeça disparado por um soldado israelense. Um porta-voz do Exército de Israel disse que os soldados não usaram munição letal, somente balas de borracha, e que o incidente está sendo investigado. Jornalistas da Reuters viram as tropas usando balas de borracha e bombas de fumaça contra os manifestantes, que revidavam com pedradas e bombas incendiárias. Israel impôs severas restrições adicionais à circulação dos palestinos na Cisjordânia e no leste de Jerusalém, além de alinhar um grande número de forças durante as orações semanais muçulmanas. Não houve registros de feridos em cerca de seis outros protestos no território ocupado. (Por Haithan Tamimi)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.