Afegão aprova ideia de Turquia ajudar em negociação com Talibã

O presidente afegão, Hamid Karzai, disse nesta sexta-feira que o governo de seu país receberia bem qualquer oferta da Turquia de facilitar negociações de paz com o Talibã.

REUTERS

24 de dezembro de 2010 | 19h24

Mais de 700 soldados estrangeiros foram mortos no Afeganistão neste ano até agora, quase um terço do total de mortos nos nove anos de guerra.

Falando em Istambul ao final de um encontro trilateral entre Turquia, Afeganistão e Paquistão, Karzai disse que "dignitários" próximos do Talibã teriam sugerido que a Turquia poderia ser o local para conversações com o grupo extremista, com o Talibã estabelecendo alguma representação por lá.

"A ideia de a Turquia servir como lugar onde as reuniões podem ocorrer... foi discutida", afirmou Karzai em uma conferência de imprensa.

"Se a Turquia puder ser tal lugar, o governo do Afeganistão ficará feliz e agradecido...", declarou.

(Reportagem de Simon Cameron-Moore)

Tudo o que sabemos sobre:
AFEGANISTAOTALIBA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.