Agência internacional diz que Irã esconde programa nuclear

AIEA indica que o país não mostra dados essenciais para que a entidade determine se houve produção de armas

Agência Estado e Associated Press,

26 de maio de 2008 | 16h24

A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) sugeriu nesta segunda-feira que o Irã está escondendo informações. Esses dados seriam essenciais para que a entidade determine se o país tentou ou tenta produzir armas nucleares. Segundo a AIEA, Teerã continua a negar tais atividades, qualificando as evidências em contrário como falsas.   Veja também: Irã oferece à UE pacote 'além da questão nuclear'   As afirmações são parte de um relatório da agência enviado para o Conselho de Segurança da ONU e para os 35 membros da AIEA, obtidos pela agência Associated Press. O texto também aponta que o país permanece reticente à demanda do Conselho de Segurança para que interrompa seu programa de enriquecimento de urânio.   O enriquecimento de urânio pode ser usado tanto para a produção de energia como para a fabricação de bombas nucleares. O Irã afirma que utiliza esse processo apenas para fins pacíficos e que não pretende produzir armas atômicas.

Tudo o que sabemos sobre:
Irãprograma nuclear

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.