Ahmadinejad diz que Irã está pronto para agir se for atacado

Presidente iraniano reafirma que não quer guerra, mas Teerã já está preparada para qualquer ameaça

Reuters,

17 de novembro de 2007 | 15h24

O presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad disse neste sábado, 17, que o Irã está pronto para responder se atacado, mas minimizou a possibilidade de uma guerra do país contra os Estados Unidos.   Ahmadinejad fez o comentário durante uma visita ao Barein, que acontece em meio a crescentes preocupações no Golfo Pérsico de que os EUA podem lançar uma ação militar contra o Irã, apesar de Washington afirmar que está comprometido com uma solução diplomática para uma crise sobre as ambições nucleares de Teerã.   "Nós nunca queremos outra guerra na região, mas por outro lado, fizemos todos os preparativos e se houver suspeita sobre este assunto, estaremos prontos", disse Ahmadinejad, por meio de um intérprete. "Eu quero confirmar de novo que nós não acreditamos que haverá uma guerra na região", afirmou o líder iraniano a jornalistas, sem dar mais detalhes.   Ahmadinejad afirmou mais cedo à emissora de TV Al Arabiya que os EUA não têm base política, econômica ou militar para atacar.   O Ocidente acusa o Irã de tentar construir uma bomba atômica, mas o país afirma que suas ambições nucleares têm como objetivo a geração de eletricidade. "Não sentimos que há uma crise na região ou nos países da região. Acreditamos que a crise está em Washington", disse Ahmadinejad.   O presidente iraniano pediu ainda maior cooperação entre os Estados do Golfo Pérsico para trabalharem contra o que chama de planos dos EUA para fomentar a tensão na região.

Tudo o que sabemos sobre:
IrãAhmadinejad

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.