Divulgação/Reuters
Divulgação/Reuters

Ahmadinejad diz que Irã não discutirá questão nuclear em negociações

Comentários de presidente devem aprofundar o ceticismo no Ocidente sobre retomada de conversas

REUTERS

10 de novembro de 2010 | 07h35

O presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, disse nesta quarta-feira que o país não vai discutir a questão nuclear nas conversações propostas com grandes potências, informou a televisão estata, um dia após seu governo confirmar a retomada de negociações com o grupo 5+1 ( China, EUA, Reino Unido, França, Rússia e Alemanha).  

Veja também:

especialEspecial: O programa nuclear do Irã

lista Veja as sanções já aplicadas contra o Irã

Os comentários do presidente devem aprofundar o ceticismo no Ocidente sobre as chances de uma solução negociada para o longo impasse sobre o programa nuclear do Irã, que os Estados Unidos e aliados europeus temem que esteja encobrindo um plano de fabricação de bombas.

"Nós já repetimos que nossos direitos não são negociáveis...Nós só mantemos conversações para resolver problemas internacionais... para ajudar a estabelecer a paz", disse Ahmadinejad em um discurso na cidade central de Qazvin, transmitido pela TV.

Diplomatas ocidentais deixaram claro que esperam que o Irã atenda às preocupações sobre seu programa nuclear nas conversações propostas no mês passado pelos EUA, França, Rússia, Grã-Bretanha, Alemanha e China.

Em uma carta datada de 9 de novembro, vista pela Reuters, o governo iraniano informou a chefe da política externa da União Européia, Catherine Ashton, que o país está pronto para participar de reuniões entre 23 de novembro e 5 de dezembro.

 

Tudo o que sabemos sobre:
IRAAHMADINEJADPOTENCIAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.