Ahmadinejad retoma oferta de troca de combustível nuclear

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, disse nesta quinta-feira que seu país está pronto para interromper a produção de urânio enriquecido a 20 por cento caso tenha garantias de receber combustível para seu reator de pesquisa em Teerã.

REUTERS

22 Setembro 2011 | 17h26

"A qualquer momento que eles nos garantirem esta venda... interromperemos o enriquecimento a 20 por cento", disse Ahmadinejad em Nova York, onde participa da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU).

"Assim que estas garantias sejam dadas, faremos nossa parte", disse ele.

O Irã enfrenta sanções das potências internacionais devido ao seu programa nuclear, acusado pelo Ocidente de ser um disfarce para a produção de armas. Teerã nega, afirmando que o objetivo é a geração de energia.

(Reportagem de Louis Charbonneau)

Mais conteúdo sobre:
IRA NUCLEAR PARA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.