Ahmadinejad saúda eleição e diz que trama de inimigos fracassou

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, saudou nesta terça-feira sua reeleição como uma vitória para o povo iraniano e uma derrota aos inimigos da República Islâmica.

REUTERS

30 de junho de 2009 | 11h52

(NOTA DO EDITOR: a Reuters e outros veículos de comunicação estrangeiros estão sujeitos a restrições determinadas pelo Irã na realização de reportagens, filmagens e fotos em Teerã)

O presidente conservador discursou um dia após o principal órgão legislativo do Irã ter confirmado que ele venceu a eleição de 12 de junho com uma maioria esmagadora e rejeitou queixas de irregularidades feitas por dois adversários derrotados, pró-reforma.

"Esta eleição foi na realidade um referendo. A nação iraniana foi vencedora e os inimigos, apesar de suas... tramas para uma derrubada branda do sistema, fracassaram e não conseguiram atingir seus objetivos", disse o presidente, segundo a agência de notícias Irna.

O Irã frequentemente acusa o ocidente de tentar arruinar o Estado Islâmico através de uma "branda" ou "disfarçada revolução" com a ajuda de intelectuais e outras pessoas dentro do país.

(Reportagem de Parisa Hafezi)

Tudo o que sabemos sobre:
IRAAHMADINEJADSAUDA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.