Ahmadinejad terá 3 adversários para a presidência

Principais rival do atual governante deve ser ex-primeiro-ministro reformista

EFE

20 de maio de 2009 | 12h56

O Conselho de Guardiães, órgão que supervisiona todo o processo eleitoral no Irã, confirmou nesta quarta-feira, 20, a candidatura do atual governante, Mahmoud Ahmadinejad, e de três outros candidatos à presidência do país.

 

Além de Ahmadinejad, o órgão também autorizou as candidaturas dos reformistas Mehdi Karroubi e Mir-Hossein Mousavi, assim como a do conservador moderado Mohsen Rezaee, segundo informou a agência de notícias local "Mehr". O Conselho rejeitou outros 471 candidatos, incluindo um menino de 12 anos e 42 mulheres, segundo comunicado do Ministério do Interior

 

Apesar da crise que atravessa o país, Ahmadinejad parte como favorito à reeleição, como aconteceu até o momento com todos os presidentes da era revolucionária iraniana.

 

O principal adversário de Ahmadinejad deverá ser o ex-primeiro-ministro Mousavi, que dirigiu o governo iraniano durante a dura década que seguiu ao triunfo da Revolução Islâmica (1980-1989), mas que permaneceu duas décadas longe da primeira linha do poder. Mousavi disse fará reformas nas polícias iranianas e devolverá ao país sua dignidade.

 

Karroubi, por sua vez, afirmou que iniciará conversas com o presidente americano Barack Obama, caso interesse ao Irã. As principais críticas da frente reformistas ao atual governo são sobre sua postura internacional, que isolou o país de relações com outras nações, principalmente do ocidente.

 

Os reformistas também creem que Rezaee, cujas chances consideram mínimas, poderá enfraquecer a base conservadora ao conquistar votos dos eleitores de Ahmadinejad.

Tudo o que sabemos sobre:
IrãAhmadinejadEleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.