Al Jazeera sofre interrupções no Oriente Médio, Líbia é suspeita

O sinal da Al Jazeera no Oriente Médio e no Norte da África sofreu interrupções no domingo, afirmou a transmissora de TV árabe, e o Líbano afirmou que a interferência eletrônica estava vindo da Líbia.

REUTERS

20 de fevereiro de 2011 | 17h09

Al Jazeera, cuja cobertura da instabilidade política regional tem sido muito acompanhada pelo mundo árabe, reportou interrupções pela primeira vez na sexta-feira, e disse que seu site tinha sido bloqueado na LÍbia.

"Nós acreditamos que quem quer que esteja fazendo isso está operando com equipamento grande e sofisticado", afirmou um porta-voz do Al Jazeera em comunicado.

Em Beirute, o ministro de Telecomunicações libanês Charbel Nahhas disse que as interrupções "tinham origem em território líbio" e também estavam afetando a transmissão de canais libaneses.

A Líbia não comentou o assunto. No país, dezenas de milhares de pessoas se aglomeraram neste domingo na cidade de Benghazi para acompanhar os funerais de manifestantes mortos por forças de segurança. Segundo a organização Human Rights Watch, a violência na última madrugada elevou o número total de mortos nos últimos quatro dias a 173.

Tudo o que sabemos sobre:
ORMEDALJAZEERA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.