Al-Qaeda divulga vídeo com assassinato de nove iraquianos

Policiais fazem 'confissões' antes de serem fuzilados, em seqüência de imagens publicada na internet

24 de novembro de 2007 | 22h02

Um grupo que reúne diversas organizações ligadas à Al-Qaeda no Iraque afirma ter matado nove policiais iraquianos, e divulgou um vídeo no qual extremistas aparecem fuzilando prisioneiros vendados, várias vezes.   O Estado Islâmico do Iraque diz que os homens foram capturados ao norte de Bagdá durante um ataque recente. O vídeo, de aproximadamente três minutos, não informa exatamente quando os policiais foram seqüestrados, nem quando foram mortos.   Os nove homens, que dizem ser funcionários do Ministério do Interior, fazem "confissões" no vídeo, cuja autenticidade não pôde ser comprovada de modo independente, mas que foi publicado em um website geralmente usado por extremistas. "Aconselho a polícia do ministério do Interior a abandonar seu trabalho e arrepender-se para Deus", um dos homens diz.   O vídeo começa com cada um dos nove ajoelhando-se diante da bandeira negra do Estado Islâmico e fazendo a "confissão". Em seguida, os homens aparecem sendo fuzilados em uma área aberta.

Tudo o que sabemos sobre:
iraqueal-qaeda

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.