Americana é presa no Irã por suspeita de espionagem

A polícia da fronteira do Irã prendeu uma mulher americana, por suspeita de espionagem, informou uma agências de notícias iraniana no sábado, dois dias após a TV estatal ter negado uma história semelhante.

REUTERS

08 de janeiro de 2011 | 11h01

"A espiã norte-americana foi presa na fronteira Jolfa", a agência de notícias semi-oficial Fars citou Geravand Alves, vice-comandante da polícia de fronteiras do Estado, em uma entrevista coletiva.

Jolfa está na fronteira com o Azerbaijão e também próximo território armênio. Fars disse que entrou no país pela Armênia.

A agência de notícias ISNA afirmou que Geravand teria dito: "Prendemos uma mulher que estava em uma missão para os americanos para filmar as fronteiras com um equipamento, por isso, a prendemos e ela foi então entregue ao Ministério da Inteligência"

A notícia vem em um momento de grande tensão entre Teerã e Washington, que estiveram em uma longa disputa sobre o programa nuclear iraniano.

Os dois países não mantêm relações diplomáticas desde 1979, ano da Revolução Islâmica do Irã, mas ambos estarão representados nas negociações em Istambul este mês que os países ocidentais esperam abordar o impasse nuclear.

Na quinta-feira, ao jornal Irã disse que uma mulher americana de 55 anos identificada como Hall Talayan havia sido presa tentando cruzar a fronteira sem um visto, notícia de depois a TV Al-Alam disse que era falsa.

Segundo as notícias deste sábado, Talayan tem 34 anos. A prisão aconteceu na quarta-feira, disseram.

Três americanos --dois homens e uma mulher-- foram presos em julho de 2009, perto da fronteira Irã-Iraque, sob suspeita de espionagem. A mulher, Sarah Shourd, foi libertada sob fiança um de 500 mil dólares em setembro e retornou aos Estados Unidos. Ela disse que os três se desviaram da fronteira enquanto caminhavam no Iraque.

Seus dois companheiros permanecem na prisão e aguardam julgamento, que foi adiado, em novembro, devido à ausência de Shourd.

(Reportagem de Mitra Amiri)

Tudo o que sabemos sobre:
IRAEUAESPIONAGEM*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.