Após Afeganistão, Joe Biden faz visita surpresa ao Iraque

Vice-presidente americano eleito reúne-se com presidente iraquiano para discutir questões de segurança

Efe e Reuters,

12 de janeiro de 2009 | 14h39

O vice-presidente eleito dos EUA, Joe Biden, chegou nesta segunda-feira, 12, a Bagdá em uma visita surpresa, onde tratou com as autoridades iraquianas os últimos avanços em matéria de segurança. Imediatamente após sua chegada, Biden reuniu-se com o presidente iraquiano, Jalal Talabani, com quem tratou os últimos eventos no Iraque, após a entrada em vigor no início deste ano do pacto de segurança assinado entre Washington e Bagdá.   Veja também: Joe Biden encontra líderes no Afeganistão   Joe Biden encontra Yalal Talabani em Bagdá. Foto: Efe   Esse pacto estipula a retirada progressiva das tropas americanas das cidades iraquianas durante o primeiro semestre deste ano, que culminará com sua retirada total do país antes de 2012. A visita de Biden acontece uma semana antes de o presidente eleito dos EUA, Barack Obama, tomar posse, em 20 de janeiro. A viagem encerra o giro do vice-presidente eleito pelo Oriente, que incluiu paradas no Paquistão e Afeganistão.   Presidente do comitê das Relações Exteriores do Senado americano, Biden votou em 2003 a favor invasão do Iraque, mas depois tornou-se um forte crítico das ações do presidente George W. Bush no país. Ele defende a partilha da região em três entidades: uma curda, uma sunita e outra xiita.

Tudo o que sabemos sobre:
IraqueJoe BidenEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.