Assad continua em Damasco e tem lealdade do Exército, diz Israel

O presidente da Síria, Bashar al-Assad, permanece em Damasco, capital do país, e mantém a lealdade das suas Forças Armadas diante do avanço da rebelião no país, disse um militar israelense neste domingo.

Reuters

22 de julho de 2012 | 13h13

Existiam algumas dúvidas a respeito da localização de Assad desde que uma bomba na quarta-feira matou quatro membros do seu alto comando em Damasco. Assad não discursa em público desde então e a TV estatal do país mostrou apenas imagens dele durante o juramento do novo Ministro da Defesa.

"O exército (sírio) permanece leal a Assad, mesmo com uma onda muito grande de deserções, e ele e sua família continuam em Damasco", disse o Brigadeiro-General Yoav Mordechai, porta-voz-chefe das Forças Armadas de Israel, em uma entrevista à televisão israelense.

(Por Dan Williams)

Tudo o que sabemos sobre:
ORMEDSIRIAISRAEL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.