Assad diz que Ocidente vai pagar por dar apoio à Al Qaeda na Síria

O presidente da Síria, Bashar al-Assad, disse que as nações ocidentais vão sofrer as consequências pelo que ele classificou como apoio a militantes da Al Qaeda na guerra civil do país.

Reuters

17 de abril de 2013 | 15h58

"O Ocidente pagou muito para financiar a Al Qaeda em seus estágios iniciais no Afeganistão. Hoje está apoiando-a na Síria, na Líbia e em outros lugares, e vai pagar um preço muito alto mais tarde, no coração da Europa e dos Estados Unidos", disse ele ao canal de tevê sírio Al-Ikhbariya, de acordo com trechos divulgados na página do Facebook da Presidência da Síria nesta quarta-feira.

(Por Dominic Evans and Mariam Karouny)

Tudo o que sabemos sobre:
SIRIAASSADREPREENDEOCIDENTE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.