Assad faz leves alterações no governo sírio, diz mídia estatal

O presidente da Síria, Bashar al-Assad, indicou novos ministros das Finanças e do Petróleo neste sábado, informou a imprensa estatal, anunciando uma reformulação limitada em meio à profunda crise econômica.

Reuters

11 de fevereiro de 2013 | 19h57

A revolta de quase dois anos contra Assad na Síria, que transformou-se numa guerra civil, destroçou a infraestrutura e cortou pela metade a produção de alimentos básicos, além de pressionar a libra síria.

A agência de notícias SANA informou que Assad substituiu cinco outros ministros, incluindo as pastas de Agricultura e Moradia. Posições de segurança, como ministros de Defesa e Interior, permaneceram inalteradas.

A agência informou que Assad nomeou Suleiman Abbas, um ex-vice-ministro do Petróleo, como o novo ministro do Petróleo e Ismail Ismail, um ex-chefe da companhia de grãos estatal, como o novo ministro das Finanças.

O Observatório Sírio pelos Direitos Humanos, um grupo de monitoramento de violência, informou que embates entre forças rebeldes e do governo continuam em várias províncias, incluindo Aleppo, Idlib, Homs e Damasco.

(Reportagem de Mariam Karouny)

Tudo o que sabemos sobre:
SIRIAASSADMINISTROS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.