Ataque a bomba mata 3 e fere 15 no Iraque, diz polícia

A explosão de uma bomba em uma clínica veterinária na cidade iraquiana de Tal Afar nesta quinta-feira matou três pessoas e feriu outras 15, disse uma fonte policial, em meio a uma onda de ataques na região norte do país.

REUTERS

25 de novembro de 2010 | 20h04

Os mortos e a maioria dos feridos estavam dentro da loja, segundo fonte do centro de operações da província de Nineveh.

A explosão ocorreu em uma área mista entre xiitas e sunitas na cidade de Tal Afar, 420 quilômetros a norte de Bagdá e a oeste da volátil cidade de Mosul, considerada o último reduto urbano do grupo militante islâmico Al Qaeda.

Mais cedo, uma bomba em uma estrada matou um policial em Samarra, 100 quilômetros ao norte de Bagdá.

Em outros dois incidentes distintos em Tuz Khurmato, 170 quilômetros ao norte da capital, policiais, soldados e crianças ficaram feridos após a explosão de bombas em estradas, informaram fontes policiais.

Em Baaj, 375 quilômetros ao noroeste de Bagdá, homens armados mataram um homem ao atirar uma granada contra a casa dele, informaram fontes policiais.

A região norte é relativamente calma comparada ao resto do Iraque. A violência em todo o país teve uma forte queda desde o conflito sectário de 2006-07 mas ataques continuam a ocorrer diariamente. As tensões aumentaram desde a eleição parlamentar de março, que terminou sem vencedor.

(Reportagem de Jamal al-Badrani)

Tudo o que sabemos sobre:
IRAQUEATAQUESMORTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.