Ataque a comboio internacional deixa 3 soldados mortos no Afeganistão

Um suposto homem-bomba atacou um comboio militar na periferia leste de Cabul nesta sexta-feira, matando pelo menos três soldados estrangeiros, informaram a polícia e a força internacional de assistência à segurança (Isaf), liderada pela Otan.

Reuters

27 de dezembro de 2013 | 16h24

O Ministério das Relações Exteriores da Eslováquia afirmou que dois dos mortos eram soldados eslovacos e um era soldado dos Estados Unidos.

O Taliban reivindicou a responsabilidade pelo ataque, que acontece enquanto o presidente Hamid Karzai analisa um acordo que permitiria que as forças dos EUA permanecessem no país depois de 2014.

"Algumas forças estrangeiras foram mortas e feridas, e muitos veículos também foram destruídos", disse um porta-voz do grupo militante em mensagem no Twitter.

Muitos afegãos, incluindo uma reunião de 3.000 líderes tribais e outras pessoas de destaque, fizeram um apelo a Karzai para assinar o pacto com os EUA rapidamente porque se preocupam com a segurança depois de 2014, quando a maioria das forças estrangeiras deixarão o país.

Karzai afirma que não quer assinar antes de uma eleição presidencial prevista para abril do próximo ano e a menos que os Estados Unidos cumpram uma série de suas demandas.

(Reportagem de Mirwais Harooni e Hamid Shalizi)

Tudo o que sabemos sobre:
AFEGANISTAOATAQUECOMBOIO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.