Ataque a oleoduto no Iraque interrompe fluxo de petróleo à Turquia

Um grupo havia colocado uma bomba sob o encanamento na região de Al Hadar

EFE

22 de abril de 2010 | 11h42

BAGDÁ - Um atentado com explosivos contra um oleoduto do norte do Iraque provocou hoje a interrupção do fluxo de petróleo em direção à Turquia, informaram fontes policiais.

 

Conforme a Polícia explicou à Agência Efe, um grupo colocou uma bomba sob o encanamento, na região de Al Hadar, a 100 quilômetros ao sul de Mossul, capital da província de Ninawa.

 

O incêndio produziu uma grande coluna de fumaça que levou à Defesa Civil ao local.

 

Membro da Organização de Países Produtores e Exportadores de Petróleo (Opep), o Iraque foi o terceiro maior exportador do produto, depois da Arábia Saudita e o Irã, até a Guerra do Golfo em 1991.

 

Hoje, o país conta com as maiores reservas de petróleo junto com a Arábia Saudita e Kuwait. O produto cru exportado pelo Iraque sai por oleodutos que conectam com a Turquia ou a partir de terminais situados no litoral do Golfo Pérsico.

Tudo o que sabemos sobre:
IraqueTurquiaexplosõesoleoduto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.