Ataque aéreo a prisão no norte da Síria deixa 16 mortos

Segundo Observatório Sírio de Direitos Humanos, algumas vítimas foram baleadas enquanto tentavam fugir do local

O Estado de S.Paulo

25 de março de 2017 | 07h03

Ao menos 16 pessoas morreram, entre detentos e funcionários, após um ataque aéreo realizado nesta sexta-feira a uma prisão de facções islâmicas na cidade de Idlib, no norte da Síria, segundo informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos. 

De acordo com o órgão, várias pessoas foram baleadas enquanto tentavam fugir do local, entre elas dois carcereiros. O Observatório acredita que os aviões que realizaram o bombardeio são russos. 

Ao menos 59 civis morreram, incluindo 22 crianças e 19 mulheres, em função de ataques do Exército e Força Aérea síria, desde 15 de março até esta sexta-feira. /COM AGÊNCIAS INTERNACIONAIS

Tudo o que sabemos sobre:
Síria

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.