Ataque aéreo de forças do Iraque a tribunal do Estado Islâmico deixa 60 mortos

Entre os mortos há um juiz do Estado Islâmico

REUTERS

06 de agosto de 2014 | 15h15

Um ataque aéreo das forças do governo iraquiano a um tribunal criado por militantes do grupo Estado Islâmico na cidade iraquiana de Mosul matou 60 pessoas nesta quarta-feira, informou o gabinete do porta-voz militar do primeiro-ministro.

Um juiz do Estado Islâmico, que dirigia o tribunal, está entre os mortos, disse o porta-voz.

Os militantes sunitas rotineiramente proferem sentenças como decapitações.

Funcionários de um hospital e testemunhas disseram anteriormente que o ataque aéreo havia matado 50 pessoas em uma prisão improvisada criada pelo Estado Islâmico, grupo que tomou grandes partes do território iraquiano em junho.

(Reportagem de Michael Georgy)

Tudo o que sabemos sobre:
IRAQUEATAQUEMORTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.