Ataque aéreo de Israel deixa três palestinos mortos em Gaza

Bombardeio foi resposta a tiros morteiros no sul da fronteira; governo diz que vítimas eram contrabandistas

Agência Estado e Associated Press,

25 de agosto de 2009 | 09h05

Três palestinos morreram e outros sete ficaram feridos após um ataque realizado por aviões militares de Israel na fronteira da Faixa de Gaza com o Egito na manhã desta terça-feira, 25, informaram as autoridades do Ministério da Saúde da Palestina.

 

Segundo o Moaiya Hassanain, um funcionário da pasta, as vítimas eram contrabandistas e estavam dentro de um túnel usado para comércio ilegal quando o ataque foi realizado. Esse foi o primeiro ataque aéreo realizado por Israel desde o dia 10 de agosto.

 

Um comunicado das autoridades militares de Israel disse que a força aérea lançou os mísseis em resposta a um tiro de morteiro disparado na região sul da fronteira com a Palestina que deixou um soldado israelense ficou levemente ferido. O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, alertou várias vezes durante as últimas semanas que o exército israelense responderia a cada foguete ou bomba disparados contra Israel.

 

Segundo os israelenses, os palestinos de Gaza lançaram cerca de 220 foguetes e morteiros em Israel desde o fim da guerra de três semanas contra militantes extremistas, em 18 de janeiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.