Ataque contra base dos EUA mata dois e fere 38 no Iraque

Exército americano não informou a nacionalidade das vítimas e não deu detalhes sobre o ataque

Reuters,

11 de outubro de 2007 | 02h13

Um ataque contra uma base militar americana em Bagdá durante a noite de quarta-feira, 10, matou dois membros da Força de Coalizão e deixou 38 feridos, informou o Exército americano. Um empreiteiro da base militar de Camp Victory ouviu nove tiros de morteiro e quatro explosões dentro do perímetro da base depois do anoitecer. Em um comunicado, o exército disse que dois "cidadãos de outros países" também ficaram feridos, sem dar detalhes da nacionalidade das vítimas. Além dos soldados americanos, há na base pequenos grupos de outros países na base de Camp Victory. Ataques contra a base, próxima ao aeroporto de Bagdá e que funciona um quartel general do Exército dos Estados Unidos, são relativamente raros. No mês passado, um foguete de fabricação iraniana matou uma pessoa em Camp Victory durante um ataque atribuído a milicianos leais ao clérigo xiita Moqtada al-Sadr.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAIraque

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.