Ataque contra sede de grupo religioso mata 7 no Paquistão

Duas pessoas ficaram feridas; região do atentado fica próxima a fronteira com o Afeganistão

Efe,

30 de junho de 2008 | 02h59

Pelo menos sete pessoas morreram e outras duas ficaram feridas nesta segunda-feira, 30, por causa de um ataque com projéteis contra os escritórios de um "grupo religioso" na demarcação tribal de Khyber, no noroeste do Paquistão, segundo informou o canal Geo TV. O ataque aconteceu na área de Tehsil Bara e destruiu totalmente o prédio. O líder do grupo tenha escapado ileso do ataque. Os aldeões começaram as tarefas de remoção de escombros e resgate das pessoas presas entre os restos do edifício, enquanto as autoridades averiguam o fato, que aconteceu em um distrito onde o Exército leva a cabo uma operação militar contra os insurgentes talebans. As tropas tomaram no domingo, 29, o controle das zonas de Shalobar e Aqa Khel, enquanto os combates continuaram em outras partes de Khyber. Na região da ofensiva fica a conhecida passagem de Khyber, uma das principais vias para atravessar a fronteira do Paquistão com o Afeganistão. Após a decisão do Exército de se posicionar em Khyber, o líder taleban paquistanês Baitullah Mehsud suspendeu as negociações de paz com o Governo paquistanês.

Tudo o que sabemos sobre:
Paquistãoataqueviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.